Brasileiro tem resultado positivo em exame de coronavírus; governo espera contraprova

italia-coronavirus-foto-afp_0[1]_0

O Ministério da Saúde investiga a situação de um paciente que pode se tornar o primeiro caso confirmado de coronavírus no Brasil. Um homem de 61 anos, morador de São Paulo, viajou para a região da Lombardia, no Norte da Itália, entre 9 e 21 de fevereiro e procurou o Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de SP, com sintomas brandos da doença, como tosse. No atendimento, o hospital colegou amostras para testes sobre vírus respiratórios comuns e sobre o novo coronavírus. Após os resultados preliminares da unidade de saúde darem positivo para o novo coronavírus, o hospital notificou o Ministério da Saúde e enviou uma amostra para o laboratório do Instituto Adolfo Lutz, referência nacional na testagem de coronavírus, como uma contraprova. O teste está em andamento e deve ter resultado divulgado nesta quarta-feira (26). O homem viajou a trabalho à Itália e tem sintomas como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza, que são compatíveis com o coronavírus. A Itália é o segundo país fora da China com mais casos do coronavírus. Até esta quarta-feira, 11 pessoas já haviam morrido por conta da doença no país. Apenas a Coreia do Sul tem mais casos de coronavírus fora da China. Pessoas que vieram da Itália no mesmo voo que o paciente suspeito e que estiveram no hospital e em casa com o paciente estão sendo contatadas pela Secretaria de Saúde de São Paulo, com apoio da Anvisa e da companhia aéreo. Por enquanto, eles serão monitorados, mas está descartada qualquer hipótese de quarentena. Em nota, o Ministério da Saúde pregou cautela por conta de o exame no Instituto Adolfo Lutz ainda não ter resultado divulgado. “Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída”, afirma um trecho da nota oficial.Até o momento, o Ministério da Saúde já havia descartado 55 casos suspeitos de coronavírus e tinha outros quatro pacientes de São Paulo na condição de investigação. O país não tinha nenhum caso com resultado positivo para o coronavírus na testagem.

Fonte: NSC Total