Massaranduba, exemplo de preservação do meio ambiente com a coleta e destinação do lixo

Prefeito de Massaranduba, Sésar Tassi, no centro; Fernando Tomaselli, à direita; e Círio Martini. Foto: Emerson Gonçalves/RBN94.3
Prefeito de Massaranduba, Sésar Tassi, no centro; Fernando Tomaselli, à direita; e Círio Martini. Foto: Emerson Gonçalves/RBN94.3

A partir do dia 20 de novembro, a cidade de Massaranduba irá recolher e reciclar 100% dos seus resíduos. Isso será possível porque o municío integra o Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí, juntamente com outras 14 cidades. Fernando Tomaselli, diretor executivo do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí(CIMVI), explica que a cidade de Timbó será a sede da Central de Processamento de Triagem dos Resíduos e acrescenta que às prefeituras irão receber produtos da reciclagem para aplicar em obras e energia elétrica oriunda do material orgânico.

O prefeito de Massaranduba, Sésar Tassi, se diz muito feliz e explica como irá funcionar na prática a coleta seletiva de lixo na cidade, tanto na zona urbana como rural.

As embalagens, que não estão sendo chamadas de sacos amarelos, serão entregues pela Prefeitura de Massaranduba em todas as casas da cidade, conforme o secretário de Administração, Finanças e Contabilidade, Círio Martini, acrescentando que não pode ser colocado os resíduos de banheiro e material orgânico, sobras de alimentos, do lixo coletado no interior da cidade .