Secretaria de Saúde de Corupá registra dois novos focos positivos de Dengue

dengue_8511

Dois novos focos positivos de Dengue foram registrados nesta sexta-feira (22) em Corupá. Larvas do mosquito transmissor da doença foram encontradas em armadilhas na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, e outra na Rua Otto Hillbrecht, no bairro Bomplandt. Já são sete focos em toda a cidade neste ano. “Consideramos que é um número alto de focos positivos em nossa cidade. Pedimos que a população não deixe de checar calhas, baldes, folhas que possam acumular água no jardim, e que elimine o pratinho dos vasos de flores, para evitar a proliferação do mosquito”, observa a gerente administrativa da Vigilância em Saúde, Giovana Odvazny. A maioria dos focos confirmados neste ano foram encontrados em armadilhas que são colocadas pela Secretaria da Saúde em pontos específicos da cidade, para monitorar a proliferação do mosquito. Uma agente de endemia vistoria a cada sete dias 67 armadilhas que foram espalhadas por todos os bairros de Corupá. Outros 20 pontos considerados preocupantes, como cemitérios, borracharias e latoarias, são visitados de 15 em 15 dias. O morador também pode denunciar locais onde há a suspeita de água parada. A Vigilância Epidemiológica de Corupá atende nos telefones (47) 3375-2161 e 3375-134. Ainda em 2020, nenhum morador de Corupá adoeceu por conta de Dengue, Zika ou Chikungunya – doenças que o mosquito Aedes Aegypti transmite.

Cuidados para evitar a proliferação do mosquito da Dengue:

– Passe a retirar o prato de vasos de plantas. A água parada no pratinho é preocupante;

– Dê uma boa olhada em seu jardim e quintal. Observe folhas que possam acumular água, principalmente folhas de coqueiros que costumam cair e que acumulam água da chuva facilmente se ficarem no chão;

– Atenção também com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água – faça um jateamento de água nas folhas destas plantas pelo menos uma vez por semana;

– Cheque as calhas de sua casa: com a falta de chuva, o que tinha de água parada na calha, está ficando por ali e pode virar criadouro do mosquito;

– Quem tiver lagoa em sua propriedade com peixe, não precisa se preocupar. Os peixes costumam comer as larvas dos mosquitos;

– Tampe tonéis e caixas d’água;

– Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;

– Mantenha lixeiras tampadas;

– Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;

– Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;

– Quem tiver piscina muito tempo parada e com água dentro, atenção extra;

–  Retire a água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

– Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;

– Limpe ralos e canaletas externas;

– Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água.