Assaltantes fogem da polícia com reféns em capô de caminhonete em SC

Reféns sobre o capô da caminhonete utilizada na fuga dos criminosos — Foto: Reprodução/ NSC TV
Reféns sobre o capô da caminhonete utilizada na fuga dos criminosos — Foto: Reprodução/ NSC TV

Pelo menos sete pessoas foram feitas reféns e usadas como escudo humano por um grupo criminoso em Vidal Ramos, no Vale do Itajaí, durante um assalto a agências bancárias na manhã desta quarta-feira (4). Dois homens ficaram feridos e ninguém foi preso. No início da tarde, os reféns já haviam sido liberados. Até as 14h, a polícia buscava os criminosos. De acordo com a Polícia Militar, por volta das 11h25, o grupo fez vários disparos para assustar os moradores do município de pouco mais de 6 mil habitantes. Eles chegaram a fazer um escudo humano na frente das agências: um banco e uma cooperativa de crédito. A princípio, havia pelo menos quatro criminosos. Os assaltantes fugiram em uma caminhonete preta com reféns: dois ficaram deitados de bruços no capô, uma pessoa na lateral esquerda do carro e outras três na caçamba. A PM fiz que ainda há um sétimo refém. A polícia ainda não explicou por quanto tempo os reféns ficaram nessa situação, ou para onde foram levados. A Delegacia de Polícia de Ituporanga, que fica a cerca de 30 quilômetros de Vidal Ramos, informou que os reféns já foram liberados, mas não deu detalhes sobre como isso aconteceu.Outros dois veículos também foram usados no assalto, segundo a PM. Na fuga, os criminosos atearam fogo em pelo menos um caminhão na SC-110 para trancar a passagem de viaturas. Os bombeiros controlaram as chamas. A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Aurora informou que um guincho retirou o caminhão incendiado da rodovia SC-110 e o trânsito foi liberado por volta das 15h. Outro carro também foi encontrado incendiado em uma estrada rural na região. Até as 15h15, as polícia Militar e Civil faziam buscam pelos criminosos. Helicópteros da PM vindos de Florianópolis, Joinville, no Norte do estado, e Balneário Camboriú, no Litoral Norte, atuavam na ocorrência.

Vítimas e reféns

Ao menos dois homens ficaram feridos durante o assalto, conforme a PM. Um deles, o gerente de uma das agências, levou um tiro no pé. A outra vítima sofreu ferimentos mais graves – as equipes de resgate não deram detalhes sobre isso. Às 14h, o homem em estado mais grave foi deixado pela equipe do helicóptero Arcanjo, dos bombeiros, no hospital de Ituporanga. Segundo eles, ambulâncias de cidades vizinhas não conseguiram chegar a Vidal Ramos para socorrer as vítimas por causa do caminhão incendiado. A PM informou às 15h15 que os dois feridos estavam bem.

Veja, abaixo, o que se sabe até agora sobre o caso:

  • Por volta das 11h25, uma quadrilha invadiu um banco e uma cooperativa de crédito, no Centro de Vidal Ramos.
  • Criminosos usaram pelo menos três veículos para fuga, entre eles uma caminhonete com reféns no capô.
  • Duas vítimas ficaram feridas.
  • Dois veículos foram incendiados; um deles acabou interrompendo os dois sentidos da SC-110, entre Ituporanga e Vidal Ramos. O trânsito foi liberado às 15h.
  • Ninguém foi preso.

Fonte: G1sc