Encontro discute segurança do Bananalama, marcado para julho em Corupá

Foto do encontro: 14º Batalhão
Foto do encontro: 14º Batalhão

Reunião entre prefeitura, representantes do Bananalama e Polícia Militar, discutiu o planejamento da festa, marcada para os dias 4 e 7 de julho. O encontro ocorreu na sede do 14º BPM, em Jaraguá do Sul. Marcaram presença o chefe da Seção de Operações do 14º Batalhão, major Aires Volnei Pilonetto, o comandante do Grupamento da Polícia Militar de Corupá, 2º sargento Sérgio Pádia da Rosa, o prefeito de Corupá, João Carlos Gottardi, e  outros organizadores do evento. Conforme o Major Pilonetto, a reunião abordou principalmente a segurança da festa. Segundo ele, não será tolerado nenhum tipo de desordem ou abusos na área do evento ou em qualquer outra área do município.

Durante o Bananalama 2018, a PM abordou mais de 100 veículos e 150 pessoas, e lavrou mais de 100 autuações por diversas irregularidades. Também foram apreendidos quase 200 comprimidos de ecstasy, certa quantidade de maconha e cocaína, além da apreensão de uma arma de fogo.

Dessa forma, as pessoas que irão para o evento devem obedecer as leis e andar com carros e motocicletas conforme preconiza a lei, pois os policiais estarão abordando e efetuando os procedimentos cabíveis para cada situação, tornando o local seguro para todos. Na dúvida, orientar-se pela legislação em vigor é a melhor alternativa para evitar aborrecimentos. Por exemplo, uma motocicleta que teve o seu sistema de escapamento alterado para andar em trilha, não tem placa ou está com a documentação irregular, não poderá transitar em via pública. Parece simples, mas alguns acreditam que por ser um encontro de trilheiros, podem transitar livremente pela cidade, e quando são abordados pela polícia, reclamam da autuação ou de ter o seu veículo guinchado.

Fonte: Redação RBN/14º BPM