Atletas de Jaraguá do Sul conquistam medalhas, troféu e batem recordes no Estadual

Foto: Divulgação

Dois recordes, três medalhas de ouro, uma de prata, quatro de bronze e o troféu de terceiro lugar por equipe no naipe feminino. Esse foi o saldo da participação da delegação jaraguaense, composta por 34 atletas e três técnicos, no Campeonato Estadual Adulto de Atletismo. A prova, no sábado (1º), promovida pela Federação Catarinense de Atletismo, ocorreu em Timbó.

Simone Ponte Ferraz bateu os dois recordes do evento (que já eram seus), ficando apenas a um segundo do recorde absoluto, que se mantém desde 1994, conquistado por Delirde Maria Bernardi, de Balneário Camboriú, com o tempo de 16 02”1. Simone fez a prova em 16 03”, superando o próprio recorde do Campeonato Estadual de Atletismo. Já no final do dia, quando a atleta retornou às pistas, venceu os três mil metros com obstáculos, com 10 16”, superando o próprio recorde mais uma vez e mostrando que está firme no propósito de conquistar uma vaga para as Olimpíadas de Tóquio. Simone representará o Brasil no Campeonato Sul-Americano de Atletismo, na Colômbia. 

Focada, Bruna Rigo conquistou o primeiro lugar no salto com vara, marcando 3,30 metros, Lilian Luiza Silva, lançou o martelo a 35,29 metros, levando a medalha de bronze. A atleta tem demonstrado evolução pela presença constante nos pódios dos campeonatos.

Amanda Nunes Machado trouxe duas medalhas. Conquistou bronze no arremesso de dardo, com a marca de 35,20 metros e foi peça determinante para a conquista da medalha de prata no revezamento 4 x 400m. A atleta defende as cores do município em diversas modalidades. Além de Amanda, representaram o revezamento Natália Campregher, Simone Ponte Ferraz e Carla Thais Krueger.

Natália entregou o bastão em primeiro lugar para Simone, que sofreu um forte ataque das adversárias, mas se recuperou para passar o bastão à Carla, que tropeçou e levantou-se rapidamente, entregando o bastão ainda em segundo lugar. Foi  Amanda quem garantiu a medalha de prata para a equipe. “Nathalia me entregou em primeiro, sofri um ataque da Micaela, mas fui buscar com classe. Depois, teve o tombo da Carla que não se intimidou e foi uma guerreira, levantou tão rápido e correu lindamente. Amanda fechou na raça. Fico muito feliz em compartilhar esses momentos com vocês, meninas. Revezamento prata com gostinho de ouro”, publicou Simone Ponte Ferraz no grupo de mensagens da equipe.

As meninas do revezamento fizeram bonito, não se intimidaram com a elite do esporte catarinense na pista e conquistaram a prata. Foi uma chegada emocionante”, avaliou o técnico Abel Curtinove. Os resultados garantiram à equipe o troféu de terceiro lugar geral por equipe, no naipe feminino.

No masculino, Jimmy Lopes, saltou 1,95 metros no salto em altura e Ricardo Panstein atingiu 4,15 metros no salto com vara. Ambos ficaram com as medalhas de bronze de suas provas. “Foi um evento em que levamos muitos dos nossos atletas de base. Muitos não medalharam, mas ficaram  entre os oito melhores em cada prova, o que representa um excelente desempenho da nossa base, levando-se em consideração ser um evento de atletas adultos”, explica o técnico.