Teve chuva, teve sol, só não teve gol

Foto: Arthur Neto

Por Emerson Gonçalves 

Na tarde do domingo (1º de março) o Juventus enfrentou em casa o Concórdia no famoso jogo dos seis pontos. Somando sete pontos, o “moleque travesso” entrou em campo sabendo que se vencesse o “galo do oeste”, praticamente se garantiria fora do duelo da queda; disputa que irá reunir as duas últimas colocadas da primeira fase do Catarinense para decidir quem cai para a segundona em 2021. Visivelmente o Concórdia veio para Jaraguá do Sul com o objetivo de não perder o jogo, visto que somava no início da rodada quatro pontos.  Com um público na casa de aproximadamente 1700 pessoas o Juventus foi quem ao longo do jogo protagonizou as melhores jogadas, no entanto a partida foi marcada por muitos erros de passes de ambas as equipes principalmente no segundo tempo. As melhores chances do Juventus saíram numa cobrança de falta que Marlon chutou na trave no primeiro tempo e que Régis, no segundo tempo encobriu o goleiro, mas o zagueiro do Concórdia tirou praticamente de dentro do gol.
Um jogo que teve sol, teve chuva, só não teve gol e terminou sob vaias da torcida do tricolor de Jaraguá do Sul. O Juventus soma agora oito pontos e o Concórdia cinco. O “moleque travesso” permanece na sétima colocação e amanhã torce por um tropeço do Tubarão no sul do estado diante do Avaí, aliás o Avaí que é o próximo adversário do Juventus domingo que vem na Ressacada em Florianópolis.  O Juventus que volta a jogar em casa apenas no dia 15 de março, quando encerra a sua participação na primeira fase, enfrentando o Marcílio Dias no Estádio João Marcatto.