Jaraguá do Sul: Prefeitura não nega e nem confirma veracidade de áudio


A veracidade do áudio supostamente atribuído ao Prefeito de Jaraguá do Sul, não foi confirmada e nem negada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura. O material viralizou nos grupos de watsapp na noite de quarta-feira. No entanto, em sua rede social no facebook, a Chefe de Gabinete da Prefeitura, Emanuela Wolf, publicou: “Sim, o áudio era real e pra mim! kkkk”

O Jornalismo da RBN com o intuito de esclarecer possível montagem fake ou imitação, procurou a  assessoria de comunicação da prefeitura, o diretor de Comunicação Social e o próprio Prefeito.

No áudio enviado à redação por muitos ouvintes, percebe-se que a mensagem teria sido enviada para a Chefe de Gabinete no Executivo. A voz atribuída ao Prefeito, numa fala repleta de palavrões,  faz duras críticas ao excesso de faixas simples e faixas de pedestres elevadas no acesso ao Bairro João Pessoa a partir da saída da BR 280, citando alguns pontos específicos e cobra explicações do setor que está autorizando os redutores, sem informa-lo ou consulado. E exige uma reunião como Secretário de Obras no dia seguinte às 06 horas da manhã.

O único retorno obtido pelo jornalismo foi do diretor de Comunicação, Giovane Mazzini. Segundo ele, “apesar de ser um áudio interno, que vazou, foi um questionamento da real necessidade de tantas faixas em determinados pontos”, e acrescentou que o assunto “reflete inclusive um questionamento de parte da população”.  Mazzini disse ainda que “não se trata de um pronunciamento oficial do município” e ao ser questionado sobre se a voz era mesmo do prefeito, salientou que “levantaria as informações e verificaria com os responsáveis”. Mas depois disso, não retornou com a informação.

Lombadas físicas ou eletrônicas, faixas elevadas e faixas de pedestres são assuntos rotineiros na pauta da RBN.  Como matéria de interesse coletivo e comunitário, a implantação ou a falta destes redutores de segurança, tem sido tema quase diário nos programas de jornalismo.

Apesar do assunto ser de interesse público, a conversa no audio vazado parecia ter teor particular e não indicava ser parte de uma reunião de trabalho do Executivo. No entanto, a mensagem que deveria ter ficado somente entre os interlocutores ganhou as redes sociais e chamou atenção do jornalismo RBN por se tratar de uma tema muito debatido na programação.  No entanto, nas redes sociais ganhou mais repercussão pelo tom ofensivo da fala com o uso de muitos palavrões e xingamentos.

O Prefeito Antídio Lunelli não retornou o contato do Departamento de Jornalismo até a finalização da edição da matéria. No contato com o Chefe do Executivo, a reportagem questionou a veracidade do áudio e a avaliação dele sobre a importância das faixas de pedestres elevadas.

Em comunicado á imprensa na segunda-feira, dia 26, a Assessoria de Comunicação informou a implantação da Faixa Elevada questionada no áudio da seguinte forma: “A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Diretoria de Trânsito e Transportes da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo, informa que, nesta terça-feira (27), será implantada uma faixa elevada na altura do número 1.800 da Rua Manoel Francisco da Costa, nas proximidades da empresa Elian Têxtil. Por esta razão, solicita aos condutores de veículos que transitem em baixa velocidade durante a movimentação de homens e máquinas sobre a pista de rolamento. Haverá sinalização no local. A implantação da faixa elevada reforçará a segurança no local, substituindo a faixa de pedestres e o controlador eletrônico de velocidade.

A reportagem da RBN também esteve no local e constatou que a partir da BR 280 até a faixa elevada, que teve sua implantação contestada no áudio, em frente a Empresa Elian, são três faixas de pedestres elevadas. Seguindo pela via até a empresa Lecimar, existem outras duas faixas elevadas, totalizando cinco numa extensão de cerca de cinco quilômetros. O vídeo gravado ao longo do trecho está disponível na fanpage da RBN no facebook.

Faixa elevada questionada no áudio