Pedido de informação questiona Semed sobre uniformes escolares


As vereadoras Sirley Schappo (Novo) e Nina Santin Camello (PP), na sessão desta quinta-feira (19) na Câmara Municipal, apresentaram um pedido de informação direcionado à Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Jaraguá do Sul. No documento, elas pedem explicações sobre três assuntos: os uniformes escolares prometidos para este ano, as aulas de educação financeira e o quadro funcional da Secretaria. 

No primeiro questionamento, elas afirmam que a Prefeitura jaraguaense divulgou a notícia de que o processo licitatório já havia sido aberto e que a entrega dos uniformes estava prevista para o fim do primeiro semestre de 2022. A promessa é que os kits para os alunos devam contar com três camisetas, duas bermudas, duas calças, uma jaqueta/parca e um blusão moletom. Conforme contam as parlamentares, diversos pais de alunos têm lhes questionado a respeito dos kits. Sendo assim, elas querem saber se houve algum problema com a licitação anunciada e cobram da Secretaria a previsão de entrega dos itens. Além disso, elas perguntam quais serão as cores do uniforme e qual o valor do investimento. 

Nina alertou que muitos pais estão preocupados em relação à troca dos uniformes. Eles querem saber o que vai acontecer para poder se programar e comprar as roupas para seus filhos. “Já estamos chegando no inverno. Que informem a comunidade se vai haver a troca das cores ou não, porque eles estão preocupados com o que vai acontecer, querem comprar os uniformes”, ressaltou. 

Em outro questionamento, as vereadoras lembram que a Prefeitura adquiriu vários exemplares de um livro sobre educação financeira em março deste ano. Elas apontam que o material ainda não foi utilizado pelos estudantes e querem saber o porquê disso.

Rodrigo Livramento (Novo), que fez uma sugestão em 2021 ao Executivo para adotar a disciplina de Educação Financeira nas escolas, afirmou, durante a defesa do pedido de informação, que a Educação é muito mais do que as matérias tradicionais como biologia, matemática e português. “A Educação precisa evoluir, e precisamos saber por que não estamos evoluindo, por que que novas matérias não estão sendo adotadas”, questionou. 

No terceiro assunto, as parlamentares pedem dados sobre o número de profissionais da Educação que pediram exoneração e deixaram seus cargos na Semed nos anos de 2020, 2021 e 2022 e também quantos trabalhadores se encontram afastados por motivo de saúde. Sirley lembra que essas informações já foram solicitadas anteriormente, mas o Executivo não enviou. 

O pedido de informação foi aprovado por unanimidade e enviado ao Executivo, que terá 30 dias para responder os questionamentos, conforme estabelecido na Lei Orgânica do Município. 

Fonte: Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul