Primeiro óbito por febre amarela em 2021 é confirmado


A primeira morte por febre amarela em Santa Catarina do ano de 2021 foi confirmada nesta terça-feira (6) pela DIVE/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina).

A vítima foi um homem de 34 anos morador de Águas Mornas, na Grande Florianópolis. Conforme a DIVE, o homem não tinha registro de vacina no SIPNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações).

A Diretoria informou que outros três casos humanos de febre amarela já foram confirmados no Estado em 2021. O primeiro caso, registrado em janeiro, foi de uma moradora de Taió, região do Alto Vale do Itajaí, de 40 anos. O segundo foi confirmado em março, de um homem, de 62 anos, morador de Águas Mornas, na Grande Florianópolis. O terceiro, de um homem de 46 anos, de Anitápolis, também na Grande Florianópolis.

A DIVE ainda aguarda o resultado dos exames laboratoriais de outros casos suspeitos, notificados pelos municípios de Lages e de São Bonifácio.