Paulo Afonso: Futuro do MDB não será decidido por “meia dúzia de seis”


Em entrevista exclusiva na RBN, o ex-governador Paulo Afonso Vieira (MDB), disse que recebeu com surpresa a informação sobre o acordo que teria selado a candidatura de Antídio Lunelli ao governo do estado, pelo partido.

Vieira salientou que a informação também foi publicada nos grupos do MDB e sempre “pela mesma pessoa”, dando conta de que Antidio seria candidato ao governo, o deputado federal e presidente estadual do MDB, Celso Maldaner, seria vice e Dário Berger seria novamente candidato ao Senado.

O ex-govenrador salientou que a decisão não diz respeito somente aos três postulantes pré-candidatos e que a definição das vagas para vice e ao senado pode não passar pelos três que se inscreveram – “Quem disse que não há outros postulantes a essas vagas dentro do MDB?”

Vieira anunciou uma reunião da Executiva para segunda-feira (04/10), onde se pretende “colocar ordem na casa”. Salientou que o futuro do partido está em jogo, que a situação não pode ser encarada como brincadeira e lembrou que o MDB é o principal partido na base do atual governador Moisés – “Nós não estamos brincando!”

Acesse o player abaixo e ouça a fala do ex-governador

Paulo Afonso Vieira – Imagens: Rede social pessoal/facebook