Quadrilha: Jeferson cita SAMAE, faz novas revelações na tribuna e alerta que segue sendo ameaçado de morte


O Vereador Jeferson Cardozo (PSL) usou a tribuna da Câmara nesta semana e revelou que as denúncias que fez ao MP e GAECO são referentes ao SAMAE. Salientou que outras informações não poderiam ser reveladas para não atrapalhar a investigação e acrescentou que segue sendo ameaçado de morte. Com colete a prova de bala, o parlamentar informou que continua sendo ameaçado de morte e chegou a dizer que o presidente do Samae, Ademir Isidoro, seria responsabilizado. “Qualquer coisa que acontecer com a minha vida, viu presidente do Samae, a responsabilidade é sua” – disse o vereador na tribuna.

O vereador relembrou um cronograma histórico dos fatos que culminaram com a denúncia feita ao Ministério Público. Segundo ele, seu gabinete recebeu desde o começo do ano muitas denúncias de servidores e funcionários do SAMAE que foram se acumulando com o envio de novos indícios e documentos. Como eram muitas informações, pediu ajuda do gabinete do Novo para a checagem das informações e assim que havia material suficiente, que poderiam comprovar algumas irregularidades, os documentos foram entregues ao Ministério Público.

Jeferson acrescentou que a Promotoria está reunindo outros elementos e materiais para definir o procedimento que será  encaminhado. “Assim que eu receber essa resposta do MP, vou ler na tribuna uma por uma”, destacou.

A RBN já procurou o presidente do SAMAE em outras duas oportunidades. Em nenhum delas houve retorno por parte da autarquia.

Jeferson Cardozo