Menino internado por suposta agressão tem alta do Hospital


A mãe do menino que estava internado no Hospital Jaraguá, confirmou sua liberação e alta médica na sexta-feira. O menino de 04 anos foi internado no dia 02 de dezembro e ficou no hospital por cerca de 50 dias. Nesse período, por cerca de 30 dias esteve na UTI onde se recuperava de uma lesão grave no pâncreas, após ser submetido a uma intervenção cirúrgica.

Após revelações e repercussões nas redes sociais, a mãe conversou com a reportagem da RBN e informou que desconfiava que o menino tinha sido agredido enquanto estava sob a guarda do pai. Ela se baseava nas declarações da própria criança e de algumas testemunhas.  Em função disso, registrou um boletim de ocorrência e solicitou, em nome da criança, uma medida protetiva contra o pai e sua nova companheira.

Um inquérito foi aberto e segue em andamento na Delegacia de Massaranduba. O Delegado Responsável informou que ouviria o pai, a madrasta, o médico plantonista, a assistente social e testemunhas. Os trabalhos ainda não foram concluídos.

O pai do menino, procurado pela reportagem desde o primeiro momento, se manifestou no começo de janeiro através do seu advogado, José Osnir Rochi, e por intermédio dele informou que o menino foi tratado no Pronto Atendimento de Massaranduba em função de um estado avançado de verminose, que se agravou com a necessidade de transferência para Jaraguá do Sul. O pai negou veementemente qualquer tipo de agressão ou omissão de cuidados com o filho.

A mãe solicitou que a reportagem conversasse com o seu advogado, mas em função de desencontros na agenda, o contato ainda não foi viabilizado.  

A reportagem da RBN enviou mensagem para a mãe, perguntando se ela e o menino voltariam para o Paraná ou aguardariam o final do inquérito policial em Jaraguá, mas não obteve retorno.