Policiais salvam bebê de um ano em Guaramirim


A destruição causada pelo vendaval de terça-feira (30) marcou muitas pessoas, e para uma família que mora em Guaramirim, o episódio poderia ter causado ainda mais dor e sofrimento, se não fosse alguns heróis. Vamos então a essa história, que parece até um enredo de filme, onde tudo pode acontecer.

Casas destelhadas, árvores caídas, residências sem energia elétrica, internet ou telefone… o vendaval deixou um rastro de destruição por onde passou.

Uma guarnição da Polícia Militar estava na praça na rua 28 de Agosto, Centro de Guaramirim, quando um homem chegou desesperado pedindo ajuda.

Nesse mesmo instante, em uma casa na rua Agostinho Valentin do Rosário, uma mãe segurava no colo uma bebê de apenas um ano e três meses. A pequena Sarah, não respirava!

Ao ouvirem o relato daquele homem, os policiais militares voaram até a casa da família, e encontraram a pequenina já roxa e totalmente imóvel.

Ao tomá-la nos braços, o cabo Cassiano Soares de Brito constatou que a bebê estava com as vias aéreas obstruídas, e realizou então a manobra de Heimlich.

A tormenta parecia que ficaria pior, até que se ouviu o choro de Sarah, que trouxe luz, alívio e alegria para aquele momento de desespero.

Sarah então foi novamente para os braços da mãe, e todos seguiram para o Hospital para verificar se estava tudo bem com a criança.

Assim, por mais que algo pareça ruim, acredite, tudo pode piorar. Mas, acredite mais ainda, sempre haverá alguém, um anjo, que sairá correndo no meio da tempestade para pedir ajuda, e encontrará outros anjos que ajudarão a salvar a vida de alguém.

Parabéns cabo Brito e soldado Josielcio Lecin, cujo trabalho muito honra o nome da Polícia Militar e traz um sentimento de alegria nesses dias opacos.

Que a pequena Sarah tenha muita saúde e alegria em sua vida, que já começou com cenas de fortes emoções!!!

Fotografia: Fábio Junkes/OCP News

Fonte: 14º BPM